sábado, 22 de novembro de 2008

Minha Mãe É...


Minha mãe é mãe como toda mãe é, ou, pelo menos, deve ser. Protecionista e coruja, acha que os filhos são mais bonitos, espertos, inteligentes do realmente são. Ela tinha uma frase que era: "Prendam suas cabritas porque meus bodes estão soltos". Só que mundo faz a gente rever conceitos e frases, hoje ela diz: "Prendam suas cabritas, por favor, prendam, que eu não deixo meus bodes saírem de casa". É que ela viu que as mulheres fazem coisas com os filhos. Umas os levam para bem longe, outras fazem os fazem sofrer e outras dão dor de cabeça para ela mesma.

E os ataques de espertezas? São hilários. Tínhamos o cachorro mais bravo do mundo em casa, o Bidu. Mordia mesmo, sem dó quem encostasse no portão. Um dia uma mulher passou em frente de casa e a bolsa dela tocou no muro. Bidu destruiu a bolsa. A mulher começou a gritar indignada, foi entrando no quintal ao encontro da minha mãe. "Seu cachorro comeu minha bolsa!", "Que cachorro?", "Esse, amarelo!", "Mas de quem esse cachorro? Passa, passa!". Ela tocou o próprio bichinho de estimação de casa. Ele sumiu, mas voltou. Sabia que era truque.

Pois então, hoje minha mãe tá mudada. Tem MSN, ORKUT, E-MAIL, ela tá moderna. Tá sempre on-line na nossa vida, para os nossos problemas.

A primeira coisa que ela fez quando leu o blog? Reclamou que não tinha nada sobre ela. Taí, Dona Conceição.

Pena que pelo MSN não dá para pegar um colo... Tava precisando.

2 comentários:

Janaina C. de Oliveira disse...

Oi Alê.. parabéns pelo blog.
Dona Conceição é demais mesmo...fala dos filhos com muito amor e demonstra o quão coruja é.
É a minha madrinha mais morderna...rs
beijos

Sandice disse...

Colo de mãe é colo de mãe. sagrado, mas se vc precisar de um ombro amigo, não esqueça nunca que tenho dois. Pode chorar à vontade,viu?
bjs